Reguinha peso

domingo, 14 de outubro de 2007

Esse artigo é muito bom!!!!!


A mentira que engorda
Algumas pessoas em processo de emagrecimento mentem para si e para os outros sobre a ingestão de alimentos para não admitir suas falhas e recaídas. Esta questão não é tão simples como pode parecer, pois compromete a perda de peso e pode inviabilizar o emagrecimento

Desta forma, faz-se interessante compreender a função da mentira na vida do obeso e os prejuízos causados por ela. Esta reflexão pode conduzir a uma maior percepção deste comportamento e permite reavaliar atitudes.
1- A mentira consciente ocorre quando o obeso está ciente de que se alimentou de forma incorreta e tenta convencer a si mesmo e aos outros de que o fato não ocorreu. Após consumir grande quantidade de alimentos calóricos, recusa-se a reconhecer o exagero. Procura se enganar prometendo que no dia seguinte “tudo será diferente”.

Crianças e adolescentes mentem com mais freqüência para os pais. Nesta fase da vida a autoridade externa tem bastante importância e influência no comportamento dos jovens. Quando estão distantes dos pais, comem escondido e, assim, prejudicam o processo de emagrecimento sem entrar em conflito com seus familiares. A mesma atitude pode ocorrer com adultos que se sentem pressionados pela família, pelos amigos e por profissionais de apoio. É uma auto-sabotagem que prejudica a perda de peso.
2- A mentira inconsciente muitas vezes não é considerada uma mentira pelos psicoterapeutas, por se tratar de um mecanismo de defesa inconsciente e não voluntário. Ela ocorre freqüentemente no caso de pacientes compulsivos, que não conseguem perceber o que realmente comem. É uma negação e não propriamente uma mentira. Trata-se de uma defesa contra a angústia de não controlar o que se come. Esse comportamento dificulta a orientação ao paciente quanto às inadequações de seu regime alimentar, visto que antes é necessário faze-lo perceber a existência do mecanismo de defesa.
Um recurso que ajuda o obeso a não mentir para si e para os outros sobre a ingestão alimentar é utilização do diário de calorias. Nesse diário, que deve ser uma pequena caderneta que caiba nos bolsos de calças e em bolsas femininas, anota-se tudo o que foi ingerido durante o dia. Não vale esquecer aquela bala que o amigo ofereceu e você aceitou!
Deve ser feita uma tabela onde conste o horário da ingestão, o tipo de alimento e a quantidade.
Pode-se utilizar uma tabela de calorias, fornecida por nutricionistas, e ao final do dia, totalizar a quantidade consumida, tendo assim clara noção do que foi ingerido. A pessoa poderá perceber os excessos cometidos na alimentação o que possibilitará repensar seus objetivos de emagrecimento a curto e a longo prazo.
Para finalizar, deve-se dizer que a honestidade é um fator fundamental no processo de emagrecimento. O indivíduo tem que ser capaz de encarar de frente suas dificuldades e suas recaídas. É preciso refletir sobre as conseqüências das mentiras que contamos a nós mesmos e aos outros e, quando necessário, redirecionar os esforços para conseguir alcançar os objetivos traçados.

Data de publicação: 28/08/2006

Coluna assinada por:Flávia Leão Fernandes

2 comentários:

Prem Ameeta disse...

Loira!!!
Passei pra deixar bisous pra vc!!
Te achamei, mas vc nao respondeu, outra hora a gente poe a conversa em dia!
Parabéns por mais um resultado, vc merece!!
Bisous
Carol-Fr

- Desta é de Vez! - disse...

Ola
Adorei seu blog
Também estou tentando emagrecer.
Não se se vou conseguir.
Passa no meu
=)
Força

 
TOPO
Template By Belíssima Web